Por quê não tenho um bom agachamento?

a

A luta pelo agachamento perfeito é muito complicada. Ninguém dava o devido valor ao agachamento a não ser modalidades específicas como o halterofilismo ou o powerlifting até o CrossFit aparecer e fazer desse exercício uma das coisas mais difíceis de se fazer. E aquilo que parecia simples como sentar tornou-se num tormento para muitos.
E com toda razão, acrescento. Só quando nos impomos critérios de execução para o agachamento é que notamos todas as nossas dificuldades de mobilidade, de força, reparamos nas diferenças entre as nossas pernas, nossos tornozelos… E descobrimos que não sentávamos mas apenas caíamos em cima das cadeiras. Que grande exercício é, de facto, o agachamento.

Porém na nossa busca pela perfeição do agachamento encontramos algumas coisas curiosas. Pois os nossos corpos são muito distintos uns dos outros e os nossos segmentos têm proporções que por vezes não nos permitem fazer exercícios como outros são capazes. Não é à toa que para cada modalidade nós somos capazes de determinar um tipo de corpo padrão, corpo associado à uma boa performance. Os campeões de natação têm corpos muito diferentes dos halterofilistas , os ciclistas são muito diferentes dos ginastas e por aí vai…

E para aquele agachamento bonitão dos vídeos da CrossFit, é preciso ter características que nem todos têm. Se tens 1m90 ou 2m de altura, já deves ter sentido que o teu agachamento requer uma posição diferente para que não caias sentado no chão.

Neste vídeo do blog falo sobre essa questão com alguns exemplos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *