Por quê Paleo?

a

Quando ouvi falar pela primeira vez na dieta Paleo, não era para emagrecer. Foi a estudar para o meu curso de nível 1 da CrossFit e me foi apresentada juntamente com a dieta da Zona.
Nunca precisei fazer dieta para emagrecer mas procurei compreender a importância da alimentação no nosso bem estar. A partir do momento em que resolvi experimentar e notei as diferenças no meu corpo, interessei-me muito pela área e comecei a investigar e pesquisar o por quê desses resultados.

Os mitos que envolvem a nutrição prescrita e difundida pelos responsáveis por essa área são enormes e apesar de ser notório que os problemas de saúde relacionados com a alimentação estão cada vez maiores, não vemos um retrocesso ou um questionamento real sobre o processo. A investigação tem vindo a demonstrar nos últimos 50/60 anos que o consumo de gorduras não está associado aos problemas de coração (o maior estudo de acompanhamento de indivíduos já feito, o Framinghan Heart Study chegou à conclusão que os pacientes que baixavam propositadamente o seu colesterol com recursos às estatinas tinham uma taxa de mortalidade maior do que aqueles que nada faziam em relação ao colesterol). E isto é só um exemplo dos muitos que existem. Mesmo muitos.

Por isso, voltemos ao básico. Por quê Paleo? Neste vídeo falo de duas razões das muitas que penso serem justificações para embarcar no Paleo.

E não se esqueçam: dieta não é uma período, não é uma fase. É um modo de vida. É a forma como vamos nos alimentar daqui para a frente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *