O público da Box e os Competidores

a

Há quem vá à box à procura de conforto, de encontrar amigos, pessoas que ajudam a esquecer os problemas do dia a dia. E não querem estar a levar com o colega sargentão que conta todas as repetições dele, que grita para ele agarrar logo a barra, que diz para ele pôr mais peso porque está leve e assim não faz Rx.
Essa pessoa tem toda a legitimidade em ter essa postura e deve ser compreendida.

Há quem vá para a box e queira arrebentar tudo, dar o máximo, sair cuspindo sangue e deitar numa poça de suor no fim do treino. Quer atingir cargas como as do Froning e correr como o Bolt. Picar o colega do lado a ver se ele abranda para poder fazer mais reps do que ele.

Essa pessoa tem igualmente toda a legitimidade em ter essa postura.

Vamos compreender que a box não é só de um nem só do outro e que no fundo a comunidade é feita tanto de um como do outro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *