O Bliss Point – Sabes o que é?

a

Sabendo que a indústria adora encher de açúcar os produtos para criar a sensação de prazer única que só ele consegue dar aos alimentos, é interessante conhecer o trabalho de alguém que mudou a história da industria alimentar e que ninguém ouve falar. A influência deste senhor na cultura moderna é tão grande que o seu trabalho é responsável pela forma como os supermercados estão organizados, a disposição dos produtos nas prateleiras , os líderes de mercado se posicionam diante de nós sem que saibamos o quão específicos eles são na elaboração das suas receitas. Não é por acaso que existem coisas que comemos e realmente pensamos: é impossível comer um só!
Howard Moskowitz não era nenhum cientista alimentar, químico ou algo do género. Mas este senhor percebe de matemática na psicologia experimental. A sua história começa com testes para tornar as rações militares norte americanas mais apelativas e fazer com que os soldados realmente comessem as calorias de que precisavam nas missões. Dos resultados obtidos com a experiência militar, Moskowitz tirou ilações e passou a trabalhar com grandes empresas da industria alimentar, entre elas a Campbell Soup, General Foods, Kraft e a PepsiCo….

Moskowitz em 2012

Moskowitz procura a medida certa de cada ingrediente na fórmula para tornar o produto o mais apelativo possível. Um pouco a menos ou a mais e o sucesso de vendas está sob risco. Este ponto ótimo é chamado de Bliss Point. Um pouco a menos e o produto não está saboroso o suficiente; um pouco a mais e ele deixa de ser bom, fica enjoativo. Ele optimizou sopas, pizzas, molhos e pickles. Nesse ramo, Moskowitz fez a diferença.
O processo é simples: consumidores comuns são pagos para passar dias experimentando diferentes versões de um produto , avaliando sabor, textura, cheiro… o resultado vai para o computador que vai fazer a análise estatística e determinar qual das versões é a mais atrativa para o público.
Com a marca Dr. Pepper (refrigerantes norte-americanos), Moskowitz fez 61 versões diferentes com diferentes quantidades de açúcar em cada uma, 3.904 provas até alcançar um novo produto, o Cherry Vanilla Dr. Pepper que relançou a marca em 2004. A Dr. Pepper pôde rivalizar novamente com a Pepsi ou Coca Cola no mercado norte americano, depois de anos à mercê dos concorrentes.

E o impacto na saúde com a adição de açúcar para aumentar as vendas?

Não há dúvida de que o açúcar foi o ingrediente mais trabalhado na procura do Bliss Point, mas outros muitos também foram acrescentados e testados seguindo os mesmos procedimentos. Já falamos aqui do impacto negativo do açúcar na nossa saúde. Eu considero o açúcar um veneno, uma droga, tão ou mais poderosa do que a cocaína, e que já causou impactos mais nefastos na saúde do homem moderno do que qualquer outra. Moskowitz também sabe do impacto que teve na saúde mundial com o seu contributo à indústria alimentar e sobre isso afirma:

“não há uma questão moral aqui para mim. Fiz o melhor processo científico que pude. Estava a lutar pelo meu espaço e não podia me dar ao luxo de ser uma criatura moral. Se o faria de novo? Sim, eu o faria. Se fiz o correto? Se estivesses na minha posição, o que farias?”.

O facto é que a quantidade de açúcar que encontramos nos produtos nos supermercados hoje em dia deve-se ao trabalho realizado por Moskowitz, que descobriu que o açúcar tem um poder inigualável de criar vício e sensação de prazer, quando ingerido na medida certa. As outras companhias, concorrentes daquelas que contratavam Moskowitz não tiveram outra hipótese para continuar fortes no mercado a não ser utilizar os mesmo métodos. E por isso encontramos açúcar em todo o tipo de produtos, não só nos doces, mas em molhos, fiambre, queijos, sumos, e de uma forma geral, tudo o que está embalado nos supermercados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *